|Quarta-feira, 18 Julho 2018
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

TRT anula leilão de mineradora ligada a Mauro Mendes

Sentença apontou fraude no processo de aquisição; defesa deve recorrer

COMPARTILHECOMPARTILHE

A Justiça anulou o leilão judicial da compra da mineradora Maney Casa de Pedra Mineração, que tem como um dos sócios o ex-prefeito de Cuiabá e pré-candidato ao Governo Mauro Mendes (DEM). A sentença da 5ª Vara da Justiça do Trabalho apontou fraude no processo de aquisição.

A defesa de Mauro, em nota, alega que irá recorrer da sentença ao TRT e, se necessário, recorrerá também ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). O advogado ainda afirma que a decisão não gera nenhum prejuízo a Mauro Mendes e aos atuais sócios da Mineração Casa de Pedra. Isso porque a sentença apenas anulou o leilão e manteve a mineradora com a empresa Minérios Salomão, impedindo nova adjudicação.

“A defesa reitera que não houve a ocorrência de qualquer ato ilegal ou imoral no decorrer do processo e que os fatos não possuem qualquer relação com o exercício de Mauro Mendes como prefeito de Cuiabá, que sequer foi parte do processo.

Segundo o TRT, a filha de Valdinei, Jessica Cristina de Souza, foi usada como “laranja”. Ela teria participado do processo de leilão em 2009, mas transferiu 98% da administração das cotas ao próprio pai e a Mauro. Logo após a arrematação a propriedade foi passada aos dois, caracterizando falsidade ideológica, conforme entendimento jurisprudencial.

A empresa Minérios Salomão foi parcialmente adquirida por Valdinei Souza em 2011 (75%) e comprada em definitivo pelos dois em setembro de 2012.

Veja na íntegra a nota da defesa de Mauro Mendes:

“Em relação à sentença proferida pela juíza Eleonora Alves Lacerda, da Justiça do Trabalho, a defesa de Mauro Mendes esclarece que:

1) A decisão não gera nenhum prejuízo a Mauro Mendes e aos atuais sócios da Mineração Casa de Pedra Ltda, uma vez que a sentença apenas anulou o leilão e manteve a mineradora com a empresa Minérios Salomão, impedindo nova adjudicação.

2) A empresa Minérios Salomão foi parcialmente adquirida por Valdine Souza em 2011 (75%) e comprada em definitivo pelos dois em 09/2012. Logo, o efeito prático da anulação do leilão é o retorno da mineradora à posse da Minérios Salomão e, consequentemente, o bem continua sendo de propriedade da empresa de Mauro Mendes e Valdiney Souza.

3) Mesmo assim, por considerar que a decisão não enfrentou corretamente as graves nulidades processuais cometidas pela autora IDEPP, que sequer possui sede física no endereço informado (empresa inexistente), a defesa noticia que já opôs recurso de Embargos de Declaração, irá recorrer da sentença ao Tribunal Regional do Trabalho e, se necessário, recorrerá também ao Tribunal Superior do Trabalho.

4) A defesa reitera que não houve a ocorrência de qualquer ato ilegal ou imoral no decorrer do processo e que os fatos não possuem qualquer relação com o exercício de Mauro Mendes como prefeito de Cuiabá, que sequer foi parte do processo”.

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Sindicato presidido por irmão de Milan define apoio à oposição na eleição da FIEMT
Ministério reforça ações de combate às fake news sobre vacinas
Polícia Civil apreende 340 kg de cocaína em aeronave em MT; veja fotos
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Arcanjo descumpre regras do semiaberto e é intimado pela Justiça
Taques insinua que gostaria de entregar governo para deputado
“Sem MDB, o impeditivo está afastado”, diz Selma sobre apoio a Wellington
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Leilão de elite movimenta mais de R$ 800 mil durante AgroMT
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
Feira em São Paulo expande o mercado da madeira nativa de Mato Grosso
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Sesc Rondonópolis terá sessão voltada para a realidade brasileira até o fim do mês
Humorista cuiabano é criticado nas redes por comparar filho de Will Smith a “flanelinha”
Cuiabano participará de reality show de fotografia: “encorajou a me lançar como artista”
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Justiça Eleitoral abre habilitação para voto em trânsito
Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas
Decretada prisão temporária de cirurgião que operava em casa no Rio
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Inscrições para concurso da Educação são prorrogadas; veja prazos
Concursos públicos pagam salários até R$20 mil; confira lista
Prefeitura de Tapurah lança Concurso Público com mais de 90 vagas
X