|Terça-feira, 19 Fevereiro 2019
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

TJ mantém condenação e Gilmar Fabris permanece inelegível

TJ também cassou liminar que suspendia efeitos da condenação dada ao deputado durante eleições

COMPARTILHECOMPARTILHE

Por unanimidade, o pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) negou, nesta quinta-feira (11), o pedido do deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) para reverter a condenação de 6 anos e 8 meses de reclusão por crime contra a Administração Pública.

Ele foi condenado sob acusação de envolvimento em esquema criminoso que desviou R$ 1,5 milhão da Assembleia Legislativa em 1996, período em que presidia o Legislativo.

Em sua defesa, Fabris havia argumentado que o acórdão do Tribunal de Justiça, referente a condenação, incorreu em omissão, uma vez que a pena aplicada já deveria ter prescrito.

O recurso havia sido acatado liminarmente, em decisão monocrática do desembargador José Zuquim Nogueira, sob a justificativa do dano que a demora poderia causar ao deputado na disputa pela reeleição nas eleições deste ano.

“O requerente alega que quando da sua condenação, deveria o acórdão do Tribunal Pleno ter se manifestado sobre a prescrição da pretensão punitiva, tendo como base a pena in concreto e não a pena in abstracto, e, assim o fazendo, já haveria de ter sido reconhecida a prescrição em seu favor”, disse em trecho da decisão.

A suspensão liminar, contudo, não foi suficiente para garantir o deferimento do seu pedido de registro de candidatura pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A maioria do pleno eleitoral entendeu que a decisão monocrática não suspendia sua inelegibilidade, com base na Lei da Ficha Limpa.

Fora da AL

Com a decisão, Fabris não deve conseguir reverter o indeferimento do seu registro de candidatura, que aguarda julgamento de recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso reverta, por sua vez, ele assume uma vaga na Assembleia Legislativa e quem fica de fora da próxima Legislatura é Allan Kardec (PDT), eleito por média.

Outro lado

A defesa do deputado Gilmar Fabris informou que está analisando elementos técnicos do processo para recorrer às instâncias superiores da Justiça.

COMENTÁRIOS

  1. […] Fabris foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, no ano passado, sob acusação de envolvimento em esquema criminoso que desviou R$ 1,5 milhão da Assembleia Legislativa em 1996, período em que presidia o Legislativo. A condenação em colegiado acabou barrando seu registro de candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com base na Lei da Ficha Limpa. […]

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
MTI e Detran selam termo de compromisso para modernizar sistemas tecnológicos
Denunciada por estudantes, suspeita de fraude nas cotas da UFMT é investigada pelo MPF
Pacientes não conseguem retirar medicamentos na Farmácia de Alto Custo
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Ulysses indica juiz à vaga de conselheiro e defende critérios para escolha
MPE vai investigar a distribuição de medicamentos em Cuiabá
Audiências com delatores da Rêmora são adiadas na Sétima Vara Criminal
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Madeireiros passam a conviver com período de “piracema” florestal
Produção orgânica e a um preço mais em conta: conheça a Horta Terra Estrela
Mourão, sobre infraestrutura: “Fácil não é; se fosse fácil não seria para nós”
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Cine Teatro Cuiabá recebe espetáculo sobre conscientização ambiental e patrimônio público
Cuiabá ganha SPA conceito com a assinatura de Guilherme Bravo
Artista plástico de Poxoréu muda o cenário da cidade
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência
“Melhor programa de governo a ser seguido por um filho é não atrapalhar o pai”
Fiscalização apreende 104 celulares e drogas em presídio de Campos
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Prefeitura convoca novos profissionais para creches
MT dobrou número de novos empreendedores em apenas 5 meses
Convocados para vagas de Profissionais Técnicos da Unemat tem até terça para assinar contrato
X