|domingo, 24 Junho 2018

    TCE dá cinco dias para Câmara explicar por que precisa de mais R$ 6,7 milhões

    COMPARTILHECOMPARTILHE

    Ednilson Aguiar/O Livre

    Vereador Justino Malheiro

    O presidente da Câmara de Cuiabá, Justino Malheiros (PV), tem cinco dias, a contar da data de sua notificação, para apresentar ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) os motivos que levaram ao déficit orçamentário da Casa e que justificaram o pedido à Prefeitura de Cuiabá pelo repasse extra de R$ 6,7 milhões.

    Sem o recurso, segundo o secretário de Planejamento da Capital, Zito Adrien, o Legislativo argumentava que poderia ter que demitir cerca de 400 servidores por não conseguir honrar os pagamentos dos salários.

    O repasse do dinheiro foi anulado por decisão do juiz Luís Aparecido Bertolucci, que atendeu a uma solicitação feita por meio de duas ações de inciativa popular. O argumento delas era o fato de o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) ter aprovado a suplementação um dia após a maioria dos vereadores se negar a assinar um pedido de instalação de CPI contra ele.

    Emanuel seria acusado de quebra de decoro, tento como base o vídeo em que ele aparece recebendo dinheiro supostamente fruto de propina, na época em que ainda era deputado estadual. As imagens fazem parte da documentação apresentada pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB), em seu acordo de delação premiada.

    A determinação do TCE faz parte de uma medida cautelar proferiDa pelo conselheiro interino Luiz Carlos Pereira e atende A um pedido do Ministério Público de Contas, que investiga a suposta ilegalidade no repasse. A decisão também impede Justino de dar qualquer destinação do dinheiro.

    O presidente da Câmara terá que explicar ao TCE como investiria os R$ 6,7 milhões, quais o impacto que a Câmara sofreria se não recebesse o recurso e se o orçamento inicial do Legislativo foi subestimado “a ponto de inviabilizar o seu funcionamento normal”.

    Ao LIVRE, Zito Adrien afirmou que o problema seria o fato de o duodécimo da Câmara, aprovado na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017, não ter sido fixado no percentual máximo permitido: 4,5% da Receita Corrente Líquida do município. Segundo o secretário de Planejamento, o montante trabalhado atualmente é de 3,9%.

    Além do presidente da Câmara, o prefeito Emanuel Pinheiro tem prazo de cinco dias apresentar resposta ao TCE. O peemedebista terá que enviar cópia de todos os atos em que anulou recursos de outros setores para destinar estes valores ao Legislativo municipal.

    Em sua primeira aparição pública desde que o vídeo foi divulgado – no último sábado (9/9), no bairro Dr. Fábio – Emanuel garantiu a legalidade da suplementação orçamentária.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    DESTAQUES

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    Governo lança ponte de R$ 11 milhões em Rondonópolis
    Escadarias da Igreja de São Benedito são lavadas em ritual que une religiões
    Cinco veículos se evolvem em grave acidente na BR-163 entre Sinop e Sorriso
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Governo lança ponte de R$ 11 milhões em Rondonópolis
    Em Rondonópolis, Taques diz que evitou colapso de MT na crise
    Para Leitão, entrada de Mendes deixa cenário eleitoral imprevisível
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Na África do Sul, Maggi desafia Brics a obter resultados mais concretos
    Por dia, há dois acidentes envolvendo cargas soltas na BR-163
    Exportação de produtos florestais cresce e segmento já é o segundo da pauta do agro
    Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
    Escadarias da Igreja de São Benedito são lavadas em ritual que une religiões
    Vinnie Paul, baterista do Pantera, morre aos 54 anos
    Juliana Grisólia e Deize Águena se apresentam em Food Park neste domingo
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    Ministro nega recurso de Lula e julgamento no STF é cancelado
    Caixa e BB divulgam calendário de saques do PIS/Pasep
    Justiça homologa delação de Antônio Palocci
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Sejudh abre processo seletivo para contratação de médicos
    SES abre processo seletivo para preencher vagas no programa Telessaúde MT
    Agência de empregos seleciona estagiários para área de telemarketing em Cuiabá
    X