|Segunda-feira, 18 Fevereiro 2019
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Santa Casa: auditoria da CGE encontra nepotismo, supersalários e ingerência financeira

Hospital filantrópico enfrenta grave crise financeira há mais de um ano, ocasionando atraso nos salários

COMPARTILHECOMPARTILHE

Um relatório de auditoria elaborado pela Controladoria Geral do Estado (CGE), entregue na tarde dessa segunda-feira (11), ao Ministério Público do Estado (MPE) e à Delegacia Fazendária (Defaz), aponta diversas irregularidades na administração da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá.

O documento começou a ser preparado no mês de setembro de 2018, depois que a unidade recebeu um “socorro financeiro” de R$ 6 milhões do Governo do Estado e da Prefeitura de Cuiabá.

Há pelo menos um ano os funcionários da Santa Casa viram uma grave crise financeira se instalar na unidade. O ex-presidente do filantrópico, o médico Antônio Preza, questionado diversas vezes, comentava à imprensa que dificuldades sempre existiram. No ano passado, porém, a situação chegou ao ponto de o atraso nos salários se acumular por até cinco meses, prejudicando os prestadores de serviço.

Para tentar amenizar a situação, uma conciliação na Justiça, firmada no final de agosto, resultou no repasse financeiro. Desde então, a CGE buscou analisar documentações e fazer oitivas com funcionários e gestores. Conforme o relatório, a administração da unidade médica não impôs restrição e forneceu integralmente as documentações solicitadas.

Relatório

Conforme o documento ao qual o LIVRE teve acesso, os auditores da CGE apontam que a Santa Casa enfrentou uma gestão temerária nos últimos quatro anos, isto é, houve falta de cautela por parte dos administradores com as finanças do espaço.

Dentre as situações apontadas, os auditores citaram situação de nepotismo dentro da entidade filantrópica, sendo que, na folha de pagamento, constam pelo menos seis pessoas ligadas ou ao ex-presidente da Santa Casa ou a outro membro da diretoria. Em alguns casos, essas pessoas receberiam salários de até R$ 12,2 mil.

Os auditores observam que o nepotismo não é vedado a empresas que não são públicas, mas que “há um desrespeito à impessoalidade e que tal fato pode acarretar em falhas na administração”, dizem, em outra parte.

Ainda com base na análise da folha de pagamento, a equipe encontrou oito funcionários que atuam sem qualquer registro trabalhista – carteira assinada ou contrato de prestação de serviço. Já ao analisar o lotacionograma, foi pontuado que, hoje, a Santa Casa atua com excesso de colaboradores na área-meio.

Execução financeira

Apesar de terem acesso ao valor total repassado pela Secretaria de Saúde do município, a equipe não encontrou detalhamento dos repasses. No entanto, com base nas análises da execução financeira da Santa Casa, pontuou que o filantrópico teria contratado empresas prestadoras de serviço de forma irregular. Isso porque não é feito processo licitatório – o que seria vantajoso para o hospital – e nem tabela fixa de valores pelos serviços. Assim, as empresas estariam recebendo montantes diferentes pelo mesmo serviço prestado.

Pagamento de notas fiscais emitidas por empresas e prestadores de serviço também não era acompanhado pela equipe financeira, segundo o relatório, porque cada setor deveria apenas enviar as notas. “Tal ausência de confirmação pode acarretar em prejuízos à Santa Casa, visto que poderia haver pagamentos por serviços não prestados ou mercadorias não entregues”, diz trecho.

A exemplo, o relatório observou que foi pago R$ 2,5 milhões por um aparelho de ressonância magnética, em dezembro de 2017, que nunca chegou à unidade. Sobre o mesmo equipamento, o relatório apontou que o valor pago teria sido 114% acima do que é cobrado no mercado.

Saída da presidência

O relatório de auditoria foi assinado como concluso no dia 1º de fevereiro deste ano, quatro dias depois que o ex-presidente Antônio Preza renunciou ao cargo. Fontes ligadas à Santa Casa especulam que a saída do gestor possa estar ligada com o resultado final dos trabalhos da Controladoria Geral do Estado.

Apesar da mudança de gestão, o documento foi encaminhado à Secretaria de Estado de Saúde, Prefeitura de Cuiabá, Controladoria Geral da União, e ao Ministério Público do Estado (MPE).

Outro lado

O LIVRE procurou a Santa Casa de Cuiabá, por meio da assessoria de marketing, para saber a respeito dos dados apontados no relatório da CGE. No entanto, foi informado que a direção ainda não recebeu o documento. Por isso, um posicionamento mais claro apenas deve ser repassado nos próximos dias, quando a equipe tiver ciência do assunto. O LIVRE segue com espaço aberto ao hospital filantrópico.

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Entidade ligada à ONU oferece R$ 235 mil para desenvolver Centro Histórico
Líder comunitário faz “filme” sobre o Pedra 90 pedindo agência bancária
Cuiabá 300 Anos: Influenciadoras digitais fazem tour por bairros tradicionais
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Advogada é impedida de acessar processo e OAB move ato público em Sinop
TJMT mantém condenação de vice que falsificou assinatura de prefeito
MPE investiga professora que teria apresentado diploma falso para conseguir aulas
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Madeireiros passam a conviver com período de “piracema” florestal
Produção orgânica e a um preço mais em conta: conheça a Horta Terra Estrela
Mourão, sobre infraestrutura: “Fácil não é; se fosse fácil não seria para nós”
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Cuiabá ganha SPA conceito com a assinatura de Guilherme Bravo
Artista plástico de Poxoréu muda o cenário da cidade
Músicos se apresentam em sala de espera enquanto pacientes aguardam por exames
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Manifestantes pedem Justiça após morte de jovem por segurança
Bombeiros localizam mais dois corpos em Brumadinho
HQs brasileiras ganham visibilidade e prêmios no exterior
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Prefeitura convoca novos profissionais para creches
MT dobrou número de novos empreendedores em apenas 5 meses
Convocados para vagas de Profissionais Técnicos da Unemat tem até terça para assinar contrato
X