|terça, 19 Junho 2018
Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Professora da rede estadual é multada por acúmulo ilegal de cargos

A professora atuava também como chefe de Departamento em uma secretaria Municipal

COMPARTILHECOMPARTILHE

Uma professora da rede estadual de Educação de Mato Grosso foi multada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por acúmulo ilegal de cargos. Por dois anos – de abril de 2013 a abril de 2015 -Deuzira Batista dos Santos atuou como professora e, ao mesmo tempo, como chefe de Departamento da Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social na Prefeitura Municipal de Confresa. O valor da multa é de seis Unidades de Padrão Fiscal (UPF), que é equivalente a aproximadamente R$ 113. Ela pagará uma multa, portanto, de menos de R$ 1 mil.

Além da multa, o Pleno do Tribunal de Contas determinou, na sessão ordinária desta terça-feira (12/06), que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a Prefeitura de Confresa instaurem, em 15 dias, sindicância para apurar possível descumprimento da carga horária pela servidora, encaminhando o resultado ao TCE-MT.

A decisão é resultado do julgamento de Representação de Natureza Interna proposta contra a servidora (Processo nº 83224/2015). Tanto Deuzira Batista dos Santos quanto o ex-prefeito de Confresa, Gaspar Domingos Lazari, foram citados nos autos, mas optaram por não se manifestar, tendo sido julgados à revelia.

O relator do processo, conselheiro interino Luiz Henrique Lima, observou que, ao acumular os cargos públicos, Deuzira Batista dos Santos contrariou a Constituição, pois nos dois cargos, a jornada de trabalho da servidora somava 70 horas, ultrapassando o limite constitucional de 60 horas. “O acúmulo de cargos públicos está disciplinado no art. 37, XVI, da Constituição Federal: Fica clara a vedação à acumulação remunerada de cargos públicos, exceto quando houver compatibilidade de horários”, reforçou o conselheiro.

No entendimento do relator, a excessiva carga horária pode indicar a ocorrência de prejuízo na prestação dos serviços executados por Deuzira Batista dos Santos, o que justifica a necessidade de apuração pelos entes envolvidos. O voto do relator foi seguido por unanimidade.

Com Assessoria 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Cidadãos armados enfrentam criminoso e evitam um possível massacre em loja do Walmart de...

Jovem encontra ex assistindo a Copa com outro e parte para cima dela com...

Armas para todos!

Jovem bate em namorada e tenta atropelá-la de caminhão por ela o mandar tomar...

Polícia Militar, Civil e até Exército são acionados por causa de confusão em festa

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Colégio de Presidentes da OAB-MT cobra da PGE transparência na programação do pagamento de dativos
O que está por trás da “estadualização” do Parque Nacional de Chapada?
Inscrições para prêmio mundial em educação estão abertas
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
TCE cita atrasos aos municípios mas dá parecer favorável às contas de Taques
Redes sociais terão que informar publicações impulsionadas por pré-candidatos
Taques se perdeu em algum ponto do caminho que começou em 2015
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Retirada da vacinação contra a febre aftosa é tema de encontro em Cuiabá
Tangará da Serra recebe pacote de investimentos em todas as áreas
CNA e governo vão atuar na prevenção e no combate à criminalidade no campo
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Roupa Nova confirma show em Cuiabá no dia 20 de julho; ingressos à venda
Concerto gratuito reúne coral infanto-juvenil e orquestra de câmara na UFMT
Cuiabá recebe, em 23 e 24 de junho, primeira Mostra de Dança Infantil
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Seleção brasileira começa a se preparar para enfrentar a Costa Rica
Obesidade atinge quase 20% da população brasileira, mostra pesquisa
Prédios de nove delegacias serão inaugurados pela Polícia Civil
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Por até R$ 23 mil, concurso da Polícia Federal oferece 500 vagas
Senai Distrito Industrial abre 590 vagas em cursos com início das aulas em junho e julho
ONG que promove desenvolvimento jovem internacional abre seleção para membros
X