|Sexta-feira, 22 Março 2019
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

    Prefeito quer apoio do Estado e da União para decretar intervenção na Santa Casa

    Emanuel Pinheiro cobrou que governo do Estado arque com 70% dos custos, já que esse é o percentual de pacientes do interior atendidos na Capital

    COMPARTILHECOMPARTILHE

    O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) vai esperar mais uma semana para decidir se decreta ou não intervenção no contrato do Município com a Santa Casa da Misericórdia de Cuiabá. Até lá, os pacientes que fazem tratamento na unidade serão realocados para outros hospitais da Capital e o contrato seguirá suspenso. Com a medida, a Santa Casa foi bloqueada no sistema de regulação e os novos pacientes que iriam para lá estão sendo reagendados.

    Emanuel Pinheiro disse ainda que vai buscar apoio do governador Mauro Mendes (DEM) e do governo federal. Quer ajuda ao Município na eventual missão de administrar a unidade. A base legal para a intervenção nos serviços realizados pela Santa Casa é a paralisação nos atendimentos sem aviso prévio de no mínimo 90 dias, como preconiza a Lei de Licitações, a 8.666/93.

    O prefeito argumentou que, no caso específico da Santa Casa, o prazo deveria ser ainda maior. O contrato dela com a prefeitura prevê um aviso de, no mínimo, 120 dias. Os serviços foram paralisados na segunda-feira (11), sem que o Município tivesse sido notificado. A intervenção no contrato, portanto, seria semelhante ao que foi feito pelo Estado nos Hospitais Regionais que eram administrados por Organizações Sociais de Saúde (OSS).

    Emanuel Pinheiro falou sobre o assunto na manhã desta sexta-feira (15), em entrevista coletiva. Na oportunidade, expôs o que a Prefeitura de Cuiabá vem fazendo desde o anúncio da paralisação nos atendimentos. Conforme ele, pacientes estão sendo transferidos para o Hospital Geral e Hospital do Câncer (Hcan), sobretudo os da oncologia infantil (crianças com câncer).

    70% do Estado

    Outro ponto destacado pelo prefeito é o número de pacientes do interior do Estado atendidos na Capital. Segundo ele, essas pessoas representam cerca de 70% dos atendimentos. O governo paga por esses atendimentos, no entanto, o Estado já acumula uma dívida de R$ 164 milhões com o Município, disse o prefeito. Desse montante, ainda conforme Emanuel, R$ 82 milhões são da emenda que iria para o novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá, mas que foram usados pelo governo.

    “Se precisar aportar R$ 10 milhões, a Prefeitura tem que dar R$ 3 milhões e o Estado R$ 7 milhões”, exemplificou, defendendo que o Estado seja o grande financiador dos atendimentos nos hospitais filantrópicos. O emedebista ainda citou nominalmente o governador Mauro Mendes (DEM), destacando o fato de ele ter sido prefeito de Cuiabá e conhecer a situação.

    “Bem ou mal, Cuiabá está carregando nas costas a saúde pública deste Estado. Quem está salvando vidas, quem está ‘segurando a onda’, como diz o ditado, é a Prefeitura de Cuiabá. Olha que é ataque o dia inteiro”, disse Emanuel.

    Deixe um comentário

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    LINKS PATROCINADOS

    DESTAQUES

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    Governo e UFMT estudam federalização de Hospitais Regionais
    Os benefícios da fisioterapia para crianças com Síndrome de Down
    Escola de Rosário Oeste recebe reparos e adequações na estrutura
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Governo e UFMT estudam federalização de Hospitais Regionais
    Selma faz apelo para que o Congresso vote urgentemente regulamentação do FEX
    Estado de MT precisa passar por 6 etapas para obter empréstimo em dólar
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Mercado de biodefensivos cresce mais de 70% no Brasil em um ano
    Audiência Pública debate diretrizes e programas prioritários do Incra para questões fundiárias
    Comissão de Agricultura aprova três requerimentos de membros da FPA
    Artes Cênicas Artes Visuais Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia Literatura Moda Música
    Google anuncia console de games que funciona somente via streaming
    John Wick sobrevive a tudo em novo trailer de Parabellum; Confira o vídeo
    Tronos de Ferro são espalhados pelo mundo para celebrar estreia da 8ª temporada de Game of Thrones
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    Selma faz apelo para que o Congresso vote urgentemente regulamentação do FEX
    “É muito ruim para o país ter um ex-presidente preso”, diz Mourão
    Governo federal não vai fazer reestruturações salariais
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Confira 10 concursos com vagas abertas e salários que pagam até R$ 18 mil
    Startup criada em MT ajuda pais e mães e a encontrarem a babá certa
    Prefeitura de Cuiabá convoca mais aprovados em concurso da Educação
    X