|Quarta-feira, 18 Julho 2018
Foto: Assessoria

Pela primeira vez na história, Hospital Júlio Muller recebe duas grávidas de trigêmeos ao mesmo tempo

As duas mães estão de 31 semanas e, a partir da semana que vem, os trigêmeos podem nascer a qualquer momento

COMPARTILHECOMPARTILHE

Se uma gravidez já é motivo de comemoração, imagine quando, ao invés de um, são três bebês de uma vez só? A equipe médica do Hospital Universitário Júlio Muller, em Cuiabá, está vivendo esse “milagre da vida” com duas pacientes ao mesmo tempo pela primeira vez na história, desde a sua fundação no início dos anos 80. Duas jovens, uma de 19 e outra de 24 anos, estão sendo assistidas pelo hospital. Coincidentemente, ambas engravidaram naturalmente de trigêmeos, estão com 31 semanas e são moradoras de Várzea Grande.

Na unidade de saúde, as mamães fazem o pré-natal de alto risco, sob os cuidados da médica Maria Aparecida Mazzutti. Lyandra Gianine Barbosa e Andreza Santos Araújo, foram pegas de surpresa tanto com a gravidez, quanto pelo fato de serem trigêmeos. Em breve serão três meninos e três meninas no HUJM.

Desde a segunda-feira (08), ela está internada no hospital em repouso absoluto, visto que seus três bebês (Lavínia, Heitor e Heloísa) estavam querendo nascer antes da hora.

A família de Lyandra já tinha histórico de gêmeos, mas trigêmeos é a primeira vez. “Até ver a ultrassonografia ninguém acreditava”, disse. Depois que os bebês nascerem, jovem contará com a ajuda da mãe e das tias na missão de cuidar dos trigêmeos.

Se para Lyandra o susto foi grande, imagine para Andreza, que afirmou tomar anticoncepcional rigorosamente e o remédio teria falhado? Mãe de um menino de três anos, ela não esperava ter outro filho por agora e o susto ainda veio em dose tripla.

“Foi um susto, porque eu estava tomando anticoncepcional. E eu já tenho um, então não acreditei não. Eu estava trabalhando há cinco meses em uma empresa, para falar que estava grávida deu até medo”, contou Andreza.

Pouco depois que soube da gravidez, com nove semanas, Andreza teve descolamento de placenta e precisou ser afastada do trabalho. Desde março ela segue de licença devido à gravidade da gestação. Para contar para o marido foi outra missão.

Passado o susto, a família está feliz pela saúde dos bebês. A cada ultrassonografia é uma torcida para que os três estejam bem. A mãe de Andreza já está à postos para ajudar a cuidar dos netos assim que puderem ir para casa. A jovem também está em repouso absoluto, porque já estava com um centímetro de dilatação.

O primeiro filho do casal foi muito desejado, visto que ela tinha perdido um bebê antes. Agora ela acredita que os trigêmeos são um presente de Deus.

SOBRE OS PARTOS

A equipe do Hospital Universitário Júlio Muller está lutando para que os bebês fiquem o máximo de semanas possível nas barrigas das mães, porque o hospital não tem seis respiradores caso todos os bebês nasçam antes do tempo.

“O máximo que nós conseguirmos postergar o parto para que essas crianças nasçam em melhores condições, com menos complicações, faremos. Diminui muito as complicações após a 32ª semana, então elas vão ficar sob os nossos cuidados, para que a gente postergue esse parto o máximo que conseguirmos”, disse a médica Maria Aparecida Mazzutti, responsável pelo pré natal das duas gestantes.

As mães estão fazendo o acompanhamento semanal, com ultrassonografias, avaliação de vitalidade e materna.

Segundo Mazzutti, serão feitas cesáreas para a retirada dos bebês, visto que seria muito arriscado para o terceiro bebê uma tentativa de parto normal, que, na maioria dos casos de trigêmeos, está na transversal. “A cesariana veio para isso, não é para ser usado como é no Brasil, ela tem indicações precisas, para casos como esse”, afirmou a médica.

As duas famílias estão recebendo doações de fraldas, roupinhas e utensílios maternos. Para ajudar as mães e os seis bebês, os médicos plantonistas da ginecologia, os alunos e os residentes do Júlio Muller se reuniram e fizeram um chá de bebê, que acabou comovendo a todos do hospital.

Neste momento a principal preocupação são as fraldas, mas, depois do nascimento dos bebês, o leite também será uma grande necessidade, visto que as mães não terão produção suficiente para a atender à demanda – a equipe médica irá divulgar quais são as fórmulas necessários após o nascimento.

Foto: Assessoria

DOAÇÕES
Quem quiser fazer qualquer tipo de doação pode entrar em contato direto com o Hospital Júlio Muller, através do número (65) 99935-2421 e falar com a Marizete.

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Sindicato presidido por irmão de Milan define apoio à oposição na eleição da FIEMT
Ministério reforça ações de combate às fake news sobre vacinas
Polícia Civil apreende 340 kg de cocaína em aeronave em MT; veja fotos
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Arcanjo descumpre regras do semiaberto e é intimado pela Justiça
Taques insinua que gostaria de entregar governo para deputado
“Sem MDB, o impeditivo está afastado”, diz Selma sobre apoio a Wellington
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Leilão de elite movimenta mais de R$ 800 mil durante AgroMT
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
Feira em São Paulo expande o mercado da madeira nativa de Mato Grosso
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Sesc Rondonópolis terá sessão voltada para a realidade brasileira até o fim do mês
Humorista cuiabano é criticado nas redes por comparar filho de Will Smith a “flanelinha”
Cuiabano participará de reality show de fotografia: “encorajou a me lançar como artista”
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Justiça Eleitoral abre habilitação para voto em trânsito
Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas
Decretada prisão temporária de cirurgião que operava em casa no Rio
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Inscrições para concurso da Educação são prorrogadas; veja prazos
Concursos públicos pagam salários até R$20 mil; confira lista
Prefeitura de Tapurah lança Concurso Público com mais de 90 vagas
X