|Quinta-feira, 21 Junho 2018

    Novas rotas aéreas reduzirão tempo de voo e gasto de combustível

    COMPARTILHECOMPARTILHE

    Valter Campanato/Agência Brasil

    Avião FAB

    O primeiro voo beneficiado com a mudança foi de uma aernova da FAB e realizou um transporte de órgãos para transplante

    As novas rotas no espaço aéreo brasileiro entraram em vigor hoje (12) com a implementação da chamada Navegação Baseada em Performance (PBN – Performance Based Navigation) realizada pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea). A medida permitirá a redução do tempo de voo no país e impactará em cerca de 300 mil voos por ano.

    Com a redução dos tempos de viagem, as aeronaves diminuem o consumo de combustível e, consequentemente, os custos de voo. De acordo com os cálculos do Subdepartamento de Operações do Decea, a redistribuição dessas estradas do céu reduzirá o consumo de combustível das aeronaves em 2 mil toneladas por ano.

    De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), o primeiro voo beneficiado com a mudança realizou um transporte de órgãos para transplante e decolou de Dourados (MS) para Guarulhos (SP). Com as novas rotas, foi possível diminuir em 15 minutos o tempo de voo.

    Cartas aeronáuticas

    Ao todo, a redistribuição das rotas vai alcançar cerca de 1,8 milhão de Km2 de espaço aéreo brasileiro. Segundo a FAB, com a redução dos tempos de viagem, as aeronaves diminuem o consumo de combustível e, consequentemente, os custos de voo. De acordo com os cálculos do órgão, a redistribuição dessas rotas reduzirá o consumo de combustível das aeronaves em 2 mil toneladas por ano. Com isso, o correspondente a cerca de 6.500 toneladas de gás carbônico deixarão de ser despachados no céu.

    Para permitir as novas rotas foram confeccionadas mais de 300 novas Cartas Aeronáuticas (mapas aéreos), que revelam os traçados dos novos caminhos. Segundo a FAB, com as novas rotas foi possível diminui 1430 Milhas, o equivalente a 2.650 Km, em trajetórias de voo na região. A distância corresponde a um voo entre o Rio de Janeiro e Macapá.

    Gerente do projeto, o chefe da Divisão de Operações do Instituto de Cartografia Aeronáutica (ICA), major Eduardo Sardella da Silva, afirma que a fluidez entre os terminais aéreos também será aprimorada ao viabilizar, “além dos encurtamentos de trajetórias, acessibilidade a localidades anteriormente não contempladas e a possibilidade de expansão de operações sem exigência de grandes alterações”.

    (Com Agência Brasil)

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    DESTAQUES

    Cidadãos armados enfrentam criminoso e evitam um possível massacre em loja do Walmart de...

    Selma diz que juiz a persegue por causa de namorada; juiz diz que já...

    Homens são presos captando clientes para advogado de Cuiabá sob a promessa de “limpar...

    Estudantes da UFMT em Cuiabá decidem não voltar às aulas

    Os primeiros passes de Neymar: conheça a quitinete onde o craque morou em VG

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    Liminar obriga município a realizar vasectomia e laqueadura em policlínicas da Capital
    Rapaz com câncer no cérebro desaparece de hospital em Várzea Grande
    Recém-nascido que afogou com leite é salvo por policiais militares em Lucas
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Vandoni deve fazer marketing de Taques com missão de reverter rejeição
    MPF ainda não pediu para processo dos grampos descer para MT
    Câmara de Cuiabá cria mais 2 CPIs; oposição suspeita de manobra da base
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Embargo da UE derruba exportação brasileira de carne de frango
    FPA pede providências criminais contra “bomba” do Greenpeace na Câmara
    Câmara dos Deputados aprova marco regulatório para o transporte de cargas
    Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
    Comediante John Oliver é censurado do “Twitter chinês” após reportagem crítica ao presidente Xi Jinping
    Hoje e amanhã tem sessão de Realidade Virtual gratuita no Sesc Arsenal
    Fox aceita nova proposta da Disney e acordo bilionário deve ser fechado em breve
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    Fux defende combate “incisivo” às fake news
    STF mantém liberação de programas humorísticos em período eleitoral
    Pelo Twitter, governo defende ações para acolher imigrantes
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Sejudh abre processo seletivo para contratação de médicos
    SES abre processo seletivo para preencher vagas no programa Telessaúde MT
    Agência de empregos seleciona estagiários para área de telemarketing em Cuiabá
    X