|Segunda-feira, 18 Fevereiro 2019
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Na Câmara, Medeiros cobra mudanças na Funai e no Ibama

José Medeiros citou a ex-presidente do Ibama Suely Araújo e disse que espera ver o fim da malandragem nos dois órgãos

COMPARTILHECOMPARTILHE

Em seu primeiro discurso como deputado federal, durante sessão legislativa dessa quarta-feira (6), José Medeiros (Pode) assegurou que, assim como no Senado, continuará trabalhando pelo combate a ideologização e interferências externas na Fundação Nacional do Índio (Funai) e no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama).

Medeiros citou a ex-presidente do Ibama Suely Araújo e disse que espera ver o “fim da malandragem” nos dois órgãos. O deputado ressaltou o lançamento do plantio 2019 dos Índios Parecis, na região de Campo Novo, no próximo dia 13, como uma conquista contra a ação ideológica que, ao seu ver, não tem compromisso com o país e nem com os povos originários.

“Os Índios Parecis começaram a plantar em suas áreas há cerca de oito anos e no ano passado a ex-presidente do Ibama e sua equipe decidiram multá-los em R$ 130 milhões. Estamos na luta para que isso possa ser revisto, mas conseguimos através da Justiça Federal e com este Governo para que eles (Parecis) voltem a plantar novamente”, pontuou.

O parlamentar também colocou a defesa dos povos indígenas como um caminho utilizado por corruptos para o aparelhamento estatal. “O índio tem sido usado simplesmente como pano de fundo para malandro ganhar dinheiro. Hoje, índio brasileiro passa fome na maioria das tribos e a grande questão é que tem bilhões saindo dos cofres públicos para esta causa. A mortalidade indígena é duas vezes maior que a do SUS e os índios seguem sendo usados com demagogia por vários partidos que dizem defender as minorias. Isso precisa acabar”, finalizou

COMENTÁRIOS

  1. Nunca vi um parlametar falar tanta m… E ainda aparece vestindo camisa da honrada PRF. O IBAMA tem que cumprir o que determina a Lei. Dizer que o IBAMA decidiu multar por uma infração é afirmar que o orgão trabalha. DAqui a pouco o Medeiros vai dizer que a PRF atrapalha o país porque aplica multas por irregularidades nas estradas federais. O Medeiros só quer holofotes porque não consegue apresentar algum projeto que preste. Um ex patrulheiro defender o crime é uma desonra para a nobre instituição PRF.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Entidade ligada à ONU oferece R$ 235 mil para desenvolver Centro Histórico
Líder comunitário faz “filme” sobre o Pedra 90 pedindo agência bancária
Cuiabá 300 Anos: Influenciadoras digitais fazem tour por bairros tradicionais
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Advogada é impedida de acessar processo e OAB move ato público em Sinop
TJMT mantém condenação de vice que falsificou assinatura de prefeito
MPE investiga professora que teria apresentado diploma falso para conseguir aulas
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Madeireiros passam a conviver com período de “piracema” florestal
Produção orgânica e a um preço mais em conta: conheça a Horta Terra Estrela
Mourão, sobre infraestrutura: “Fácil não é; se fosse fácil não seria para nós”
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Cuiabá ganha SPA conceito com a assinatura de Guilherme Bravo
Artista plástico de Poxoréu muda o cenário da cidade
Músicos se apresentam em sala de espera enquanto pacientes aguardam por exames
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Manifestantes pedem Justiça após morte de jovem por segurança
Bombeiros localizam mais dois corpos em Brumadinho
HQs brasileiras ganham visibilidade e prêmios no exterior
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Prefeitura convoca novos profissionais para creches
MT dobrou número de novos empreendedores em apenas 5 meses
Convocados para vagas de Profissionais Técnicos da Unemat tem até terça para assinar contrato
X