|domingo, 24 Junho 2018

    Justiça federal suspende contrato do VLT por mais 30 dias

    COMPARTILHECOMPARTILHE

    Ednilson Aguiar/O Livre

    VLT Veículo Leve sobre Trilhos

    O juiz Ciro José de Arapiraca, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, determinou a suspensão por mais 30 dias do contrato entre o Governo do Estado e o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, responsável pela obra do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O magistrado entendeu que os fatos trazidos pela Operação Descarrilho caracterizam a “quebra definitiva da boa-fé contratual e da moralidade administrativa exigida dos contratados”.

    A decisão, do último dia 8 de setembro, se baseia em um pedido feito pelo Governo do Estado, que encerrou as negociações com o consórcio depois da deflagração da operação em agosto. O juiz reiterou a necessidade de que o consórcio continue a fazer a manutenção do material rodante, ou seja, dos trens do VLT comprados em 2013.

    O Consórcio VLT afirma estar à disposição para um acordo que permita a retomada, conclusão e entrega da obra do modal em Cuiabá e Várzea Grande.

    O processo se arrasta desde abril de 2015, quando o governo, já na gestão Pedro Taques (PSDB), e o Consórcio VLT sentaram pela primeira vez para uma tentativa de acordo para continuidade das obras. Segundo o magistrado, a solução amigável não é mais viável.

    A Operação Descarrilho é conduzida pelo Ministério Público Federal (MPF) e apura crimes de fraude a processos licitatórios, associação criminosa, corrupção ativa e passiva, peculato e lavagem de dinheiro que teriam ocorrido durante a escolha do VLT como modal de transporte.

    O ex-governador Silval da Cunha Barbosa (PMDB) confessou, em seu acordo de colaboração premiada fechado com o MPF, ter acertado o recebimento de R$ 18 milhões em propinas com a CAF Brasil, fabricante dos trens do VLT. Em seu depoimento, Silval afirmou que não houve direcionamento na licitação referente à implantação do VLT porque a propina já estava nos planos, não importando qual fosse a empresa vencedora.

    Segundo Silval, a propina foi utilizada para o pagamento de uma dívida da campanha de 2010, quando foi eleito ao governo. O débito com o Banco Rural teria sido feito por intermédio do empresário João Carlos Simoni, da Todeschini Construções e Terraplanagem, e o pagamento teria sido acertado por Maurício Guimarães, então responsável pela Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo Fifa 2014 (Secopa).

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    DESTAQUES

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    Governo lança ponte de R$ 11 milhões em Rondonópolis
    Escadarias da Igreja de São Benedito são lavadas em ritual que une religiões
    Cinco veículos se evolvem em grave acidente na BR-163 entre Sinop e Sorriso
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Governo lança ponte de R$ 11 milhões em Rondonópolis
    Em Rondonópolis, Taques diz que evitou colapso de MT na crise
    Para Leitão, entrada de Mendes deixa cenário eleitoral imprevisível
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Na África do Sul, Maggi desafia Brics a obter resultados mais concretos
    Por dia, há dois acidentes envolvendo cargas soltas na BR-163
    Exportação de produtos florestais cresce e segmento já é o segundo da pauta do agro
    Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
    Escadarias da Igreja de São Benedito são lavadas em ritual que une religiões
    Vinnie Paul, baterista do Pantera, morre aos 54 anos
    Juliana Grisólia e Deize Águena se apresentam em Food Park neste domingo
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    Ministro nega recurso de Lula e julgamento no STF é cancelado
    Caixa e BB divulgam calendário de saques do PIS/Pasep
    Justiça homologa delação de Antônio Palocci
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Sejudh abre processo seletivo para contratação de médicos
    SES abre processo seletivo para preencher vagas no programa Telessaúde MT
    Agência de empregos seleciona estagiários para área de telemarketing em Cuiabá
    X