|Segunda-feira, 25 Março 2019
(Foto: Reprodução/O Livre)

Joice Hasselmann: “Eu sou um perigo, mas um perigo bom!”

Líder do governo Bolsonaro no Congresso falou ao LIVRE sobre o desafio de dialogar com a base, sobre ego e sobre a família do presidente

COMPARTILHECOMPARTILHE

Ela saiu da região Sul do país e agora domina o Congresso Nacional, em Brasília (DF). Jornalista, escritora, mãe, curiosa e eleita a deputada federal mais votada do país, Joice Hasselmann, falou ao LIVRE sobre o desafio de dialogar com a base, sobre ego e a família Bolsonaro.

A dona de olhos claros vibrantes, de cílios volumosos, sempre aparece alinhada e elegante nos corredores ou no cafezinho da Câmara e não perde a pose nem mesmo ao correr para segurar o elevador com destino a mais um compromisso na Casa Civil.

“Vem comigo que falo contigo no caminho”, disse ela. E assim fomos, enquanto sua assessora registrava tudo para as redes sociais. Hasselmann já recebeu prêmios como uma das personalidades mais influentes nas redes sociais, quando o tema é política.

Foi por meio do seu ativismo que ela passou a conquistar cada vez mais seguidores. Muitos deles com o discurso contrário ao Partido dos Trabalhadores. Em 2018, a jornalista que passou pela Veja, Jovem Pan, e assina a biografia do então juiz federal Sérgio Moro, se filiou ao PSL e anunciou a sua pré-candidatura.

Em outubro de 2018, a loira foi eleita com mais de um milhão de votos, conquistando a segunda maior votação pelo estado de São Paulo. No último mês, ela foi a escolhida pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) como líder do governo no Congresso.

Confira as cinco perguntas que Joice Hasselmann respondeu para o LIVRE:

1 – O que significa a escolha de uma mulher como líder do governo Bolsonaro?

Joice Hasselmann – Eu não gosto muito da questão homem e mulher, mas hoje foi muito interesse. Eu estava lá com o grupo de vice-líderes e os meninos todos deputados de muito tempo dizendo “é uma honra sermos liderados por uma menina, uma mulher, mas que chega atuante no Congresso Nacional”.

2 – Qual o maior desafio nesse papel?

Joice Hasselmann – O desafio é fazer a articulação da base e isso não tem nada a ver em ser mulher ou não ser, mas eu acho que o jeitinho feminino ajuda bastante. O fato de a gente conseguir conversar e articular, e graças ao bom Deus eu conto aí com a confiança dos líderes aqui da Casa.

3 – “Se a mulher que já lê é um perigo, imagine a que escreve”. A senhora concorda com essa frase?

Joice Hasselmann – (rs…) Eu sou um perigo, mas um perigo bom!

4 – É mais fácil lidar com a grosseria de alguns produtores na FPA ou com o ego do ministro Sérgio Moro?

Joice Hasselmann – Ego do ministro? O ministro Sérgio Moro é um querido, um doce, uma paixão. Ele e a esposa dele. Eu não vejo nada disso. Ele é muito querido, aliás, todos aqui são. Acho que quem fica dando muito pitaco de fora e falando de ego é porque tem o ego muito grande e não consegue olhar as qualidades daqueles que estão comandando o nosso país.

5 – A senhora utiliza muito as redes sociais e já recebeu até prêmios como uma das maiores influenciadoras na América Latina. Como avalia as possíveis crises de imagem causadas pelos filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL)?

Joice Hasselmann – Não existe crise de imagem. Os filhos do presidente têm liberdade, eles têm o direito de se posicionar. Nós vivemos em um país livre e eles podem reclamar, criticar, assim como são criticados muitas vezes. É da democracia. Quem não gosta desse tipo de coisa está no lugar errado, tem que ir para a ditadura.

Extra – Muitos jornalistas criticam a forma como a imprensa é tratada por pessoas do alto escalão e familiares do presidente. Em sua avaliação, como jornalista, o que fazer para melhorar essa relação entre imprensa e governo?

Joice Hasselmann – Conversando e dialogando. E é o que estou fazendo. A melhor forma de você construir qualquer relacionamento, tanto no Congresso, quanto na imprensa, ou com qualquer instituto, é dialogando. E é o que a gente vai fazer aqui.

Saideira – A senhora carrega um bom número de processos, e como diria aquele velho ditado “Jornalista bom é aquele que tem processo…”, então a senhora é boa no que faz?

Joice Hasselmann – Os processos, na verdade, que tentaram mover contra mim ninguém ganhou absolutamente nada. Então, quer dizer que realmente eu sou boa no que faço, porque quando tentam me derrubar a Justiça vem e me dá ganho de causa.

COMENTÁRIOS

  1. Fogueira de vaidades, nada mais, não é mesmo? Se pisar fora do script poderá ter problema sério, o ambiente e de política suja e fim de papo

  2. Deputado a fase da eleição já passou, queremos saber se tem algum projeto para o Brasil, ou vai ficar nessa só de Twitter, ou olofotes nós brasileiros pagamos muito caro pela ineficiência de tantos deputados não seja mais um desses, valorize cada voto recebido.

  3. As pessoas não aceitam o novo a nova política ficam brabos quando não tem o que falar Brasil a cima de tudo Deus a cima de todos.

  4. Votei em Bolsonaro. Sou de direita. Vás vejo um governo e um presidente que não gostam de trabalhar, só atrapalhar. Muita mídia e Twitter e nada de ação. É Bolsonaro se aposentou com 36 anos
    Torço para que oposição possa derrubar a reforma da previdência. Não estou disposto a fazer SACRIFÍCIOS pelos outros que são vadios. É Joice hasselman é de direita cega, como é a Gleisi de esquerda cega. Ambas doentes , arrogantes, paranaenses , loiras burras. Ass Carlos um patriota limpo 41 984795134

  5. Vai lá, Loiraça.!!!!
    Não leve desaforo para casa.
    Foi isso que o PT não teve. Contraponto. Há altura.
    Era um bando de maricas. Passaram por cima e nos levaram a beira de um abismo.

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Acidente entre três motos e um carro deixa dois mortos na manhã deste domingo
Professores preferem escolas militares: “aqui a gente consegue trabalhar”
Em menos de uma semana, quatro ameaças a escolas mato-grossenses são investigadas
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Vídeo: produtor denuncia índios por incêndio em ponte recém-construída
Chapada dos Guimarães: uma cidade travada pelas brigas políticas
Crimes de corrupção ativa e passiva podem ser julgados pelo Tribunal do Júri
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Ministério vai implantar processo digital na Comissão Especial de Recursos do Proagro
Baixa pressão pode formar um ciclone tropical no litoral da BA e norte do ES
Brasil exportará gado vivo para o Cazaquistão
Artes Cênicas Artes Visuais Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia Literatura Moda Música
Professoras encontram ferimento em ânus de bebê e denunciam; confira as mais lidas da semana
Festival Internacional Pequeno Cineasta abre inscrições para 8ª edição
Procurando algo na Netflix? confira a 2ª temporada de The OA e outros lançamentos
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Bolsonaro discute reforma da Previdência com Major Vitor Hugo
Anatel inicia bloqueio de celulares irregulares em 15 estados
Reforma da Previdência beneficiará mais pobres, revela ministério
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Confira 10 concursos com vagas abertas e salários que pagam até R$ 18 mil
Startup criada em MT ajuda pais e mães e a encontrarem a babá certa
Prefeitura de Cuiabá convoca mais aprovados em concurso da Educação
X