|Segunda-feira, 23 Julho 2018

    Isonomia na concessão de incentivos fiscais

    4
    COMPARTILHECOMPARTILHE
    Pascoal Santullo Neto - Advogado

    Os conhecidos “Incentivos Fiscais” são uma espécie de “gasto”, nos quais o Estado abre mão – parcial ou integral – da sua receita tributária, para permitir determinado investimento em sua territorialidade, fomentando emprego e renda.

    A sistemática é simples: com a redução do ônus tributário sobre o empreendimento, permite-se ao empreendedor a prática de um preço mais competitivo frente ao mercado interno e externo, o que possibilita o desenvolvimento da atividade industrial em determinada região do Estado – atividade essa que, sem o incentivo, seria inviável, devido a ausência de mercado consumidor interno, já que Mato Grosso tem uma população de apenas 3,3 milhões de habitantes.

    Inegavelmente, portanto, a política de benefícios fiscais detém sintomático impacto na precificação das mercadorias, pelo simples motivo de reduzir o custo tributário final da mercadoria produzida pela indústria incentivada, influenciando diretamente a concorrência regional e nacional, barateando assim o produto final produzido em MT.

    A faceta nefasta desta política ocorre, porém, quando os benefícios fiscais não são dados em linearidade as empresas de um mesmo segmento, isto é, quando o Estado concede benefícios diferentes aos concorrentes da mesma atividade econômica, ou até mesmo, concede a uns e não concede a outros.

    Essa distorção econômica, quando ocorre, é ocasionadora de predatória concorrência desleal, porquanto permite que um mesmo produto seja vendido mais barato apenas por determinada empresa, colocando esta à frente de seus concorrentes de forma privilegiada. Esse fenômeno é denominado de “dumping”.

    Em Mato Grosso, isto já sucedera em 2010, quando o Governo concedeu benefício fiscal de ICMS ao então Grupo Dismobras, empresa do setor de varejo de móveis e eletrodomésticos, em detrimento das outras concorrentes do setor, que vieram a ter o beneficio somente em 2013.

    Tal prática vem sendo gradativamente corrigida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, mas muito ainda precisa ser feito, pois nos dias atuais, ainda vemos em alguns segmentos tal pratica, como na indústria de bebidas, na indústria do esmagamento de soja, na indústria de alimentos, na indústria metal-mecânica, etc.

    A conclusão que se pode chegar é que os benefícios fiscais envolvem mais que Direito Tributário e Financeiro, envolvem também uma política Anti-Dumping, de sorte a se preservar a concorrência leal dos segmentos econômicos.

    Assim, os benefícios fiscais, antes de concedidos, devem ser discutidos economicamente com todo o setor produtivo, visando garantir um cenário econômico justo, sem ingerências politicas e com responsabilidade, permitindo uma saudável economia de escala e principalmente um ganho para toda a sociedade.

    *Pascoal Santullo é advogado tributarista do escritório Silva Cruz & Santullo Advogados Associados

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    DESTAQUES

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    PF apreende mais de 330 Kg de cocaína na Baía de Guanabara
    Trio instrumental da Jazzmin’s Big Band se apresenta no Sesc Arsenal
    Hemobus fará coleta de sangue no estacionamento do Shopping Pantanal
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Sachetti fica com Mendes e insiste em disputar o Senado: “Não tenho plano B”
    Taques desiste de esperar Sachetti e lança juíza Selma ao Senado junto com Leitão
    PSD está dividido entre três pré-candidatos a governador
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Maior do país, pecuária de Mato Grosso é avaliada em R$ 40 bilhões
    “Só mega produção, sem infra, não é negócio, é só agro”, diz diretor da Antaq
    Vacinação contra febre aftosa atinge 99,63% do rebanho em Mato Grosso
    Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
    Isabelle Huppert é destaque em “Villa Amalia” nesta terça-feira no Cine Teatro
    Trio instrumental da Jazzmin’s Big Band se apresenta no Sesc Arsenal
    Mostra Audiovisual da UFMT está na reta final de inscrições com o tema “Lugar de cinema é aqui”
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    PF apreende mais de 330 Kg de cocaína na Baía de Guanabara
    Termina hoje prazo para candidatos ao ProUni entregarem documentos
    Cármen Lúcia assume novamente a Presidência da República
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Inscrições para concurso da Educação são prorrogadas; veja prazos
    Concursos públicos pagam salários até R$20 mil; confira lista
    Prefeitura de Tapurah lança Concurso Público com mais de 90 vagas
    X