|Terça-feira, 19 Fevereiro 2019

Especialista americano quer ajudar Bolsonaro a mudar legislação sobre armas de fogo

John Lott defende que a facilitação ao acesso às armas de fogo resultará em números positivos na segurança pública no Brasil

COMPARTILHECOMPARTILHE

Economista, comentarista político e um dos mais famosos defensores do direito das pessoas a portarem armas, o americano John Lott espera ajudar o Brasil em mudanças da legislação que visem a facilitar o acesso a armas de fogo a civis – e que, segundo ele, resultarão em números positivos para o setor de segurança pública brasileiro.

O americano entrou em contato com o professor Bene Barbosa, especialista em Segurança e colunista do LIVRE, mostrando a sua vontade em ajudar o Brasil nesse processo, que conta com o apoio explícito do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Para John, a ascensão de Bolsonaro é uma oportunidade crucial para a sociedade brasileira diminuir a criminalidade, hoje sem controle.

Entre outras mensagens trocadas com Bene, o americano afirmou sua preocupação em não se perder a oportunidade e ainda reconheceu o trabalho feito no Brasil pelo colunista.

“Estou muito consciente de quão cruciais serão esses primeiros meses. Janelas de oportunidade fecham muito rapidamente e você estará enfrentando muita desinformação. Se eu puder ajudar de qualquer maneira, por favor me avise. Eu só não quero que todos vocês percam esta oportunidade. Eu estaria disposto a ir ao Brasil para ajudar. Eu não estou dizendo que você não pode fazer isso sozinho. Você fez um trabalho incrível. Há muitas vidas e a segurança das pessoas em jogo”, disse o economista, em mensagem a Bene.

Neste mês, o Estatuto do Desarmamento completa 15 anos em vigor e, caso a flexibilização nas regulamentações das armas de fogo aconteça, o Brasil sairá de um rigoroso regime de controle de armas para uma legislação mais liberal em relação aos direitos individuais.

COMENTÁRIOS

  1. Toda ajuda é bem-vinda. Espero que ele esclareça alguns armamentistas que defendem um teste psicológico para a aquisição ou porte da arma que isso é mais um fator subjetivo, como a efetiva necessidade, e pode ser muito perigoso.

  2. Mais de 40 mil pessoas morrem no Brasil com acidentes de trânsito.
    Talvez a maioria por uso de bebidas alcoólicas.
    Ninguém fala nada sobre proibir a propaganda de bebidas alcoólicas.
    Isso traz muito mais perigo a vida que uma arma.
    Que venha o direito de ter proteção real no BRASIL.

    • Ninguém fala em proibir propagandas de bebidas porque, graças a Deus, não somos um país comunista, onde o Estado determina nossa vontade e controla nossa consciência, seu BABACA!

  3. Chamei um carro de aplicativos,o motorista se envolveu em uma discussão no trânsito,mesmo estando errado,pedi para ele se acalmar e também disse que briga de trânsito dá até morte como de fato já aconteceu aqui na minha cidade.para minha maior preocupação e recepção ele me disse,”não tenho medo,sou polícial e estou armado”.

    • Alguém que age com prepotência por ser policial não pode ser comparado a alguém que resolve portar uma arma de fogo para se sentir seguro. Comparação ignorante!

  4. Meu pai não era militar e sempre teve arma. Depois do desarmamento foi roubado. E por anos nunca atirou em ninguém, está conversa que arma causa mal na mão do cidadão é conversa fiada.
    Agora nas mão dos marginais com certeza é legal.
    Precisamo receber bandidos como se deve.
    O resto é conversa de petista

  5. Ah, fico emocionado vendo americanos especialistas se mostrando preocupados com os vizinhos SulAmerica os, são tão bonzinhos. Ainda bem que isso não tem nada a ver com indústria de armas e uma forma rápida de acabar com a pobreza pelo autoexterminio…

  6. O estatuto do desarmamento só serviu pra tirar as armas do cidadãos de bem, mas os bandidos continuam armados e com os direitos humanos em favor deles. Matam cidadãos país e mães de famílias e ainda recebem as benecias das leis.

  7. Perfeito, os brasileiros estavam precisando de pessoas que entendessem a necessidade de livre acesso as armas para a população civil! armas são proteção, e mais do que isso, são uma garantia de liberdade. Parabéns pela matéria!

    • Especialista???
      Você fala sério?
      Foram exatamente os “especialistas” que colocaram o país nessa situação em que estamos hoje, são sempre os “especialistas” que defendem as ideologias de esquerda. Gramsci foi quem colocou eles lá. Você está por fora!

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
MTI e Detran selam termo de compromisso para modernizar sistemas tecnológicos
Denunciada por estudantes, suspeita de fraude nas cotas da UFMT é investigada pelo MPF
Pacientes não conseguem retirar medicamentos na Farmácia de Alto Custo
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Ulysses indica juiz à vaga de conselheiro e defende critérios para escolha
MPE vai investigar a distribuição de medicamentos em Cuiabá
Audiências com delatores da Rêmora são adiadas na Sétima Vara Criminal
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Madeireiros passam a conviver com período de “piracema” florestal
Produção orgânica e a um preço mais em conta: conheça a Horta Terra Estrela
Mourão, sobre infraestrutura: “Fácil não é; se fosse fácil não seria para nós”
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Cine Teatro Cuiabá recebe espetáculo sobre conscientização ambiental e patrimônio público
Cuiabá ganha SPA conceito com a assinatura de Guilherme Bravo
Artista plástico de Poxoréu muda o cenário da cidade
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência
“Melhor programa de governo a ser seguido por um filho é não atrapalhar o pai”
Fiscalização apreende 104 celulares e drogas em presídio de Campos
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Prefeitura convoca novos profissionais para creches
MT dobrou número de novos empreendedores em apenas 5 meses
Convocados para vagas de Profissionais Técnicos da Unemat tem até terça para assinar contrato
X