|Quinta-feira, 21 Junho 2018

    Depois de terremoto em MT, outras regiões do Brasil devem ter abalos

    COMPARTILHECOMPARTILHE

    Mato Grosso despertou apreensivo na última segunda-feira (11/9). Dois tremores abalaram cidades do estado, mesmo o Brasil sendo conhecido como um país supostamente livre de terremotos. Pelo que vimos, isso não é totalmente verdade.

    Se esses dois abalos já causaram certa preocupação, por que não torna-la em prevenção? Vou embasar melhor a minha sugestão: nos próximos 60 dias, há forte probabilidades de que um evento moderado ocorra entre a costa central do Chile e o norte de Santiago del Estero, na Argentina. Se confirmado, mesmo com a grande profundidade, algumas  cidades no Paraná, São Paulo e Minas Gerais devem sentir  os reflexos.

    A ideia aqui é seguir o raciocínio onde o abalo ocorrido na Rússia seguiu adiante e acabou causando o terremoto do México. Nas próximas semanas, ele deve desencadear outros evento moderados. Um deles deve ser de aproximadamente 6.6 graus no sul do país, de onde escrevo, pois me pediram para explicar essa sequência in loco.

    No caso de Mato Grosso, o abalo foi fraco, se comparado, por exemplo, ao que ocorreu no México há pouco mais de uma semana. Em Araguaiana, o pequeno tremor de magnitude 3.2 na escala Richter, em um país preparado, não seria suficiente nem para acordar uma pessoa, mas o Brasil é frágil nesse quesito.

    Venho alertando, dada a frequência com tremores vêm sendo sentidos no Brasil, para a necessidade de revisão da política de segurança, sobretudo na região. Não esperemos tragédias para perceber que também estamos suscetíveis a abalos, ainda que menores que em outros países.

    Después de un terremoto en MT, otras regiones de Brasil deben tener sacudidas

    Mato Grosso despertó aprehensivo el pasado lunes (11/9). Dos temblores sacudieron ciudades del estado, incluso Brasil siendo conocido como un país supuestamente libre de terremotos. Por lo que hemos visto, eso no es totalmente cierto.

    Si estos dos sacudones ya han causado cierta preocupación, ¿por qué no la convierten en prevención? Voy a embasar mejor mi sugerencia: en los próximos 60 días, hay fuertes probabilidades de que un evento moderado ocurra entre la costa central de Chile y el norte de Santiago del Estero, en Argentina. Si eso se confirma, incluso con la gran profundidad, algunas ciudades en Paraná, São Paulo y Minas Gerais deben sentir los reflejos.

    La idea aquí es seguir el raciocinio donde el sacudido ocurrido en Rusia siguió adelante y acabó causando el terremoto de México. En las próximas semanas, debe desencadenar otros eventos moderados. Uno de ellos debe ser de aproximadamente 6.6 grados en el sur del país, de donde escribo, pues me pidieron que explicara esa secuencia in loco.

    En el caso de Mato Grosso, la sacudida fue débil, no se compara, por ejemplo, a lo que ocurrió en México hace poco más de una semana. En Araguaiana, el pequeño temblor de magnitud 3.2 en la escala de Richter, en un país preparado, no sería suficiente ni para despertar a una persona, pero Brasil es frágil en ese aspecto.

    En el caso de Brasil, para la necesidad de revisión de la política de seguridad, sobre todo en la región. No esperemos tragedias para percibir que también estamos susceptibles a sacudidas, aunque sean menores que en otros países.

    Assinatura Coluna Aroldo

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your name here
    Please enter your comment!

    DESTAQUES

    Cidadãos armados enfrentam criminoso e evitam um possível massacre em loja do Walmart de...

    Selma diz que juiz a persegue por causa de namorada; juiz diz que já...

    Homens são presos captando clientes para advogado de Cuiabá sob a promessa de “limpar...

    Estudantes da UFMT em Cuiabá decidem não voltar às aulas

    Os primeiros passes de Neymar: conheça a quitinete onde o craque morou em VG

    Bairro Cuiabá História Municípios Policia
    Liminar obriga município a realizar vasectomia e laqueadura em policlínicas da Capital
    Rapaz com câncer no cérebro desaparece de hospital em Várzea Grande
    Recém-nascido que afogou com leite é salvo por policiais militares em Lucas
    Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
    Vandoni deve fazer marketing de Taques com missão de reverter rejeição
    MPF ainda não pediu para processo dos grampos descer para MT
    Câmara de Cuiabá cria mais 2 CPIs; oposição suspeita de manobra da base
    Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
    Embargo da UE derruba exportação brasileira de carne de frango
    FPA pede providências criminais contra “bomba” do Greenpeace na Câmara
    Câmara dos Deputados aprova marco regulatório para o transporte de cargas
    Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
    Comediante John Oliver é censurado do “Twitter chinês” após reportagem crítica ao presidente Xi Jinping
    Hoje e amanhã tem sessão de Realidade Virtual gratuita no Sesc Arsenal
    Fox aceita nova proposta da Disney e acordo bilionário deve ser fechado em breve
    Corrupção Economia Eleições Estados Política
    Fux defende combate “incisivo” às fake news
    STF mantém liberação de programas humorísticos em período eleitoral
    Pelo Twitter, governo defende ações para acolher imigrantes
    Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
    Sejudh abre processo seletivo para contratação de médicos
    SES abre processo seletivo para preencher vagas no programa Telessaúde MT
    Agência de empregos seleciona estagiários para área de telemarketing em Cuiabá
    X