|Segunda-feira, 25 Março 2019
(Foto: Suellen Pessetto/ O Livre)

Crianças em tratamento oncológico ganham festa de Natal

Grupo Humanizando promoveu a festança com a ajuda de doações; as crianças puderam esquecer os corredores silenciosos dos hospitais

COMPARTILHECOMPARTILHE

Um dia cheio de emoção e diversão marcou a manhã de sábado (16) para as mais de 60 crianças assistidas pelo Grupo Humanizado, no espaço de recreação da Associação Mato-grossense dos Delegados de Polícia  (Amdepol).

O projeto, que existe há 10 anos, apoia crianças de comunidades carentes, famílias vindas do interior para tratamento de saúde dos filhos e crianças com doenças complexas.  Muitas delas estão em tratamento hospitalar e se submetem diariamente a procedimentos dolorosos para combater doenças como o câncer.

Algumas em estágio avançado da doença puderam lembrar, por alguns instantes, o quanto é bom voltar a ser criança longe dos leitos de hospital, injeções e tratamentos de radioterapia e quimioterapia.

VEJA MAIS: LIVRE Voluntário participa de Natal especial

Pupa-pula, escorrega, mágicos e palhaços marcaram o dia dos pequenos guerreiros. O tão aguardado Papai Noel Pantaneiro, Clóvis Matos, trouxe em seu saco de presentes não só bonecas e bolas, mas muitos sorrisos que ainda estavam contidos pelas crianças a espera do “bom velhinho”. Na sua chegada, todas correram até ele com abraços apertados de boas-vindas.

A animação também ficou por conta da dupla Zé & Leandro, que trocaram o repertório sertanejo, por canções infantis e natalinas. “O dia é todo dessas crianças, elas é quem mandam no som hoje”, disse Zé. E Leandro complementou: “a lição que elas nos passam de fé e vontade de viver, é de arrepiar. A plateia hoje está me emocionando”, disse o cantor.

Ela lembrou que missão do grupo é “aliviar a carga desses seres tão pequenos”. E para as mães, segundo Samia, ver os filhos com sorriso leve no rosto não tem nada no mundo que pague.

Há três meses na Capital, Carla de Souza, veio para acompanhar o tratamento da filha Eloisa Roberta, de 8 anos, que foi diagnosticada com aplasia de medula. Uma doença rara, com tratamento intensivo e que necessita de sessões de hemodiálise semanalmente.

Mãe e filha, que são de Pontes e Lacerda (483 km de Cuiabá), estão morando na casa de apoio Nossa Senhora, próximo a rodoviária e recebem auxilio dos voluntários do grupo Humanizando. “O apoio maior é o afeto que recebi deles. Estou sozinha aqui, não conheço ninguém, e às vezes sinto falta de um abraço amigo ou que alguém pergunte se está tudo bem”, desabafou.

Eloisa ganhou um tablet durante a manhã festiva e estava radiante. “Foi o que pedi para Papai Noel, mas não imaginava que fosse ganhar”, contou a menina enquanto mostrava o presente.

Meninos e meninas da obra social Antonio de Pádua, vindos de Santo Antônio de Leverger também aproveitaram o dia de festa. Os garotos não seguraram a vontade e correram para o campo aproveitar os brinquedos e bolas recebidos diretamente do “bom velhinho”.

Emyli, de 4 anos, ganhou uma boneca e uma chupeta e mesmo não sabendo expressar muito bem em palavras a gratidão, o carinho com que abraçava a nova boneca já dizia tudo.

Após a festa, o grupo de voluntários seguiu rumo a UPA do bairro Morada do Ouro para distribuir alimentos e em seguida para a Santa Casa de Misericórdia para presentear as crianças que não puderam estar na festa.

A união de amigos e voluntários e ajuda de empresários foi de suma importância para que nenhuma criança fosse esquecida e pudesse ter o presente que pediu nas cartinhas. A Unimed, o Instituto dos Advogados de Mato Grosso (Iamat), a Água Kanindé, o advogado Renato Chagas sócio do escritório Ernesto Borges e Mara Brizot são alguns dos parceiros.

O LIVRE esteve na festa e conferiu os sorrisos de gratidão das crianças.

 

 

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Acidente entre três motos e um carro deixa dois mortos na manhã deste domingo
Professores preferem escolas militares: “aqui a gente consegue trabalhar”
Em menos de uma semana, quatro ameaças a escolas mato-grossenses são investigadas
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Vídeo: produtor denuncia índios por incêndio em ponte recém-construída
Chapada dos Guimarães: uma cidade travada pelas brigas políticas
Crimes de corrupção ativa e passiva podem ser julgados pelo Tribunal do Júri
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Ministério vai implantar processo digital na Comissão Especial de Recursos do Proagro
Baixa pressão pode formar um ciclone tropical no litoral da BA e norte do ES
Brasil exportará gado vivo para o Cazaquistão
Artes Cênicas Artes Visuais Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia Literatura Moda Música
Professoras encontram ferimento em ânus de bebê e denunciam; confira as mais lidas da semana
Festival Internacional Pequeno Cineasta abre inscrições para 8ª edição
Procurando algo na Netflix? confira a 2ª temporada de The OA e outros lançamentos
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Bolsonaro discute reforma da Previdência com Major Vitor Hugo
Anatel inicia bloqueio de celulares irregulares em 15 estados
Reforma da Previdência beneficiará mais pobres, revela ministério
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Confira 10 concursos com vagas abertas e salários que pagam até R$ 18 mil
Startup criada em MT ajuda pais e mães e a encontrarem a babá certa
Prefeitura de Cuiabá convoca mais aprovados em concurso da Educação
X