|Segunda-feira, 18 Março 2019

Blogs & Colunas

O massacre de Suzano: má-fé e ignorância desarmamentista

Confesso que me sinto bastante incomodado, constrangido mesmo, em escrever este artigo

COMPARTILHECOMPARTILHE

Confesso que me sinto bastante incomodado, constrangido mesmo, em escrever este artigo. Porém, aqueles que advogam em implementar o desarmamento e suas políticas totalitárias não se comovem com o sangue de crianças e adolescentes mortos brutalmente por dois monstros que invadiram uma escola que, utilizando vários tipos de armas, perpetraram um massacre abominável contra vítimas inocentes, sem qualquer tipo de possibilidade de defesa. Se fosse por mim, apenas por mim, tudo que deveria ser feito é guardar em luto a dor de pessoas que perderam seus entes queridos. Não, isso não é possível de fazer.

A verdade é que agem com absoluta desonestidade aqueles que imediatamente saíram gritando que políticas de restrição seriam um impeditivo para o terrível ocorrido. Os assassinos agiram com premeditação, prepararam-se, planejaram e executaram o seu macabro plano e, assim sendo, nenhuma lei impediria que o fato se consumasse. É assustador, mas para se encontrar soluções e estabelecer um debate produtivo há, inexoravelmente, que se encarar a realidade humana.

Jogar a culpa nas armas – independentemente de ser as de fogo ou as armas “medievais”, como ridiculamente alguns jornalistas estão se referindo à balestra e ao arco e flecha que também foram utilizados – ou, pior ainda, culpar jogos “violentos” (como fez o nosso vice-presidente) é fugir para o simplismo, é medo de aceitar a própria ignorância e falta de profundidade sobre o complexo tema.

Não, não é o primeiro incidente deste tipo e dificilmente será o último.

Em 1999, um louco invadiu um cinema de São Paulo e abriu fogo usando uma submetralhadora comprada poucos dias antes em uma favela da capital – arma ilegal, evidentemente. Matou três pessoas e feriu outras cinco; e só não houve mais vítimas porque um herói anônimo pulou sobre ele e o desarmou antes que recarregasse sua arma. Em 1997, Fernando Henrique Cardoso havia transformado o porte ilegal de armas em crime, aumentando muito as restrições relativas à posse e ao porte de armas no Brasil.

Japão, 2001… Um homem com problemas mentais invade uma escola, mata oito crianças e fere outras treze usando uma faca. O massacre que assustou o Japão não foi o primeiro e não seria o último. A posse e o porte de armas para civis são proibidos no Japão desde o século XV.

Em 2010, em  Naping (China), um desequilibrado mental invadiu uma escola primária e, também usando uma faca, matou oito crianças e feriu gravemente outras cinco. Entre 2010 e 2011, outras 116 crianças e adultos seriam vítimas de ataques semelhantes na China Comunista, fazendo com que o governo proibisse a divulgação de outros ataques para evitar os chamados “copiadores”. Na China, as armas de fogo são terminantemente proibidas para os cidadãos.

Aqui da Inglaterra, lembro que em 2010, em Cúmbria, um homem, durante um surto psicótico, matou aleatoriamente doze pessoas e feriu outras onze. Foi acompanhado por quilômetros por uma viatura de polícia, cujos policiais estavam também desarmados e não puderam fazer nada. Em 1997, a Inglaterra praticamente proibiu as armas particulares para seus cidadãos exatamente por conta de um caso semelhante.

Em 2011, mais um massacre. Desta vez um louco invadiu uma escola no Rio de Janeiro e assassinou friamente doze adolescentes. A carnificina só parou quando ele foi baleado por um policial que invadiu a escola. Sete anos antes era aprovado o chamado “Estatuto do Desarmamento”, que proibia o porte de armas e criava restrições quase intransponíveis à compra de uma arma legal.

Em 2017, um segurança invadiu uma creche carregando um galão com álcool e matou queimadas oito crianças de quatro anos e a professora. Haveria alguma lei imaginável que impediria tamanha barbárie? Assustadoramente a resposta é não, não haveria.

Casos semelhantes aconteceram em diversos outros países, entre eles os pacíficos Canadá e Finlândia. Em todos, houve premeditação e, como autores, viram-se pessoas com distúrbios mentais, que utilizaram as armas que tinham à disposição ou foram capazes de colocar as mãos. Também em todos os casos, a lei, mais ou menos restritiva, de acesso às armas não foi capaz de impedir as mortes, simplesmente porque nenhuma das armas foi usada legalmente.

Repito! Recorrer ao desarmamento quando um caso assim acontece é fugir para o simplismo, é apelar, muitas vezes, para o confortável discurso fácil que joga nas armas o poder sobrenatural de agir por conta própria. Ao mesmo tempo, é enterrar a cabeça no chão e negar a existência de pessoas más e insanas, capazes de matar crianças inocentes sem qualquer remorso ou arrependimento. É negar a maldade, negar a existência de lobos no meio das pacatas ovelhas. É, em última análise, balir discursos pacifistas, na defesa pueril de leis restritivas, enquanto os lobos-loucos ignoram sua existência e se preparam para o banquete sangrento.

O primeiro ministro inglês, após o citado ataque de Cúmbria, resumiu magistralmente sua posição ao ser inquirido sobre mais restrições às armas em um dos países mais desarmados do mundo: “Não é possível legislar sobre a loucura”. E não é mesmo.

COMENTÁRIOS

  1. SÓ TRABALHA EM PROL DO DESARMAMENTO QUEM IGNORA QUE O DIREITO DE POSSUIR ARMAS VAI MUITO ALÉM DA DEFESA PESSOAL, ALMEJA A DEFESA CONTRA GOVERNOS TIRANOS QUE SE INSTALAM ONDE AS FORÇAS ARMADAS SÃO COMPOSTAS POR COVARDES (atualmente como na Venezuela), NÃO É O CASO DO BRASIL QUE GRAÇAS AO EXÉRCITO BRASILEIRO A TIRANIA COMUNISTA NÃO SE INSTALOU NO BRASIL EM 1964 E TAMBÉM NÃO SE INSTALOU EM 2019…

  2. Sobriedade necessária num artigo que diz o que a esquerda finge não saber: Existem pessoas más e loucas. Sempre foi assim. Sempre será assim.

  3. Lembrando que a 38 usada nesse ataque agora foi comprada com numeração raspada raspada 2 semanas atrás na ilegalidade. O cara tinha 17 anos, a idade minima pra compra de arma no Brasil é 25. Mesmo se fosse legal não há meio seguro de se impedir um louco armado excetuando-se outra pessoa armada.

  4. O texto é OK. Ao mesmo tempo que afirma que o desarmamento não impede os loucos de cometerem absurdos, tampouco fantasia que se todos andassem armados o problema seria resolvido.

  5. Não há como legislar contra loucos e facínoras.
    Os ditos politicamente corretos vão culpar as armas
    A hipocrisia, como sempre vai prevalecer

  6. O problema está no ECA. O ECA tirou o direito dos pais em educar severamente seus filhos. O ECA alienou os professores diante dos problemas do Bullyng, que são a verdadeira causa de tudo isso. Quando o estado enfrentar de frente esses problemas, ai este tipo de tragédia, pode não ocorrer mais.

  7. Olá Benê, desde que o acompanho não me lembro de ter me arrependido uma vez sequer em pesquisar sobre o assunto e me tornar armamentista. Meu pai foi militar já tem um amor especial por armas, cresci gostando porém com medo por não conhecer a verdade, eu sou enfermeira e cansei de ver as pessoas culpando armas por óbitos que vi, então hoje toda minha família é esclarecida através de suas postagens, obrigada por esse favor a sociedade de bem. Nós somos seus admiradores, ainda mais depois do épico “eu sei qual a fonte …”
    Abraços

  8. Não desejo mal a ninguém
    Mas quem faz o mal merece o mal
    Pq esses dois elementos não tentou matar inúmeros ladrões q temos no nosso país,ou políticos corruptos que seria a eliminação de ladrões tbm
    Kkkķkk

  9. Eu entendo que o energúmeno do Rodrigo Maia, assim como outros deputados tem medo de recair sobre eles pela imprensa maldita que temos culpa em caso de incidentes caso o porte de armas seja liberado. Porém, eu como tantos outros milhões colocamos o tal do Bolsonaro na liderança para honrar os culhões e determinar que o direito seja respeitado, mas parece que fomos enganados, ele não assume uma postura de líder! Ele é o Erick personagem da Caverna do Dragão, um soldado que se acha valente, mas quando aparece o Dragão se treme de medo e esconde!
    Meus pêsames às vítimas do massacre.

  10. Parabéns bene, como sempre preciso em uma análise ,que infelizmente, deveria ser feito por qualquer cidadão com retidão moral. A realidade do brasileiro é assustadora, o Brasil é uma máquina de fabricação em massa de psicopatas. Se atentados como esse vira o grande modus operandi, dos terroristas adormecidos por falta de exemplo, o Brasil se tornará um local inabitável.

  11. Fugir para o simplismo é o seu texto, muito sinceramente. Toda e qualquer discussão sobre questões que influenciem a sociedade nesse nível devem ser pautadas pelo conhecimento rigorosamente científico e não por argumentos apenas procurando validar uma crença pré existente. O fato puro e simples é que, via quase consenso da comunidade científica ocupada com estudar esse assunto, mais armas = mais crimes. Simples assim. A existência de armamento ilegal é falha da fiscalização e do reforço da lei, não da existência de tal lei. Um link para refletir: http://thomasvconti.com.br/2017/dossie-armas-violencia-e-crimes-o-que-nos-dizem-61-pesquisas-recentes/

  12. E o mais absurdo de todas essas falácias, foi a do presidente da Câmara, disse que só quem pode dar segurança ao cidadão, é o ESTADO, é que seria o maior erro dizer que se tivesse alguém armado no colégio, nada adiantaria.
    Resumo da fala dele: só o ESTADO pode ter armas, e não o cidadão de bem, para que o ESTADO possa controlar e subjugar os seus cidadãos, bem simples para ele.

  13. Como sempre os esquerdistas comunistas querendo culpar o presidente de tudo que acontece. Ele não liberou armas pra adolescentes , nem pra pessoas com antecedentes criminais. Esses garotos já eram cheios de problemas. Armas eles já encontravam em qualquer lugar, pq hoje só os bandidos estão armados. Mas a população vai se armar também. Pq se tivesse alguém com uma arma na escola, teria acabado com esses bandidos, e evitado uma tragédia maior. Esses rapazes são vítimas de famílias desestruturadas. Jovens doutrinados pela esquerda, que incentiva esses jovens a se rebelar. Professores com pensamentos guerrilheiros , passando para alunos esses pensamentos. Até as crianças no Mst sendo doutrinadas. É isso que acontece com esses jovens que foram desestruturados, nesses anos todos de esquerda no poder. Mas Deus é maior, e levantou um homem decente, honesto preocupado com o povo. E não adianta lutar contra ele, pq estarão lutando contra Deus. E com Deus ninguém pode.

  14. Raiz diversas formas das VIOLENCIAS:
    Sadismo, Martirios, Sadomasoquismo, Masoquismo…
    é. VICIO SODOMIA! No Brasil 99% da ñopulaçao nao sabem o que é este VICIO SODOMIA?
    Quase 100% acreditam Vicio Sodomia é sexo anal?? Mentira penetrar no anus é Vicio Sodomia.
    Esta “MENTIRA” explica situaçao do Brasil, estamos na convidendo PANDEMIA SODOMIA!
    No youtube pesquise: “CONHECIMENTO DA VIDA SODOMIA”..
    Veja.video de 3 minutos.
    Soluçao imediata por educaçao foco paz fonte saude isto é fazer SEGURANÇA PUBLICA.

  15. Eu acho, digo acho, que muitos dos jogos influenciam sim! Principalmente quem já trás dentro de si, um sentimento ruim, basta ver e acompanhar quantos jovens tiram a própria vida , viloencia contra eles mesmos, obedecendo o que um macabro jogo mandou!!! Com jogos violentos contra outros, influenciam sim pra quem é fraco e tem sentimento de vingança, eles encorajam!! #Euacho

  16. Bom dia , ao ler o artigo veio a minha mente um questionamento. Se deixarmos que a posse ou até mesmo o porte de armas sejam afrouxado e legalizados , casos assim não teriam maiores chances de acontecerem ? Uma vez que o acesso a esse tipo de armamento se tornaria mais facilitado tanto para pessoas boas e pessoas ruins ? E gostaria de saber também se os métodos na avaliação psicológica são eficazes o suficiente para avaliar e demonstrar possíveis casos de depressão ou psicopatia como vimos na fatídica quarta feira.

  17. Bene como sempre, cirúrgico e pontual nas suas análises, não deixando mais o que acrescentar pois foi perfeito e baseado em fatos concretos e não e falas empíricas que proliferam nesses momentos. Chega se tanta hipocrisia! A imprensa falada, televisiva e escrita ainda muito dominada pela esquerda que teima em desarmar a população, pois ovelhas, como essas crianças, são facilmente abatidas pelos lobos. Usem o pouco de neurônios que ainda lhes restam e leiam, releiam o texto do Bene Barbosa até entender a verdade que vos cala!

  18. Concordo plenamente com o Bene, não dá pra tolerar esses safados que tentam demonizar armas, agr estão tentando até demonizar os video games tbm.

    O desarmamento no Brasil só gerou um grande número de vítimas, mas esses idiotas não entendem o que arma LEGAL ou ILEGAL, vivem em um mundo perfeito de hipocrisia, não confiem neles.

    Por mim o petismo seria tratado como nazismo na Alemanha, ideologia nojenta e que deve deixar de existir, mas seria anti-constitucional criminalizar um partido político, por mais que a maioria do povo queira isso.

  19. Eu sou atirador esportivo,e digo sem medo de errar,somos preparados psicologicamente a ponto de podermos ajudar a sociedade tranquilamente em uma situação dessa nessa escola,afinal de contas passamos por inumeras etapas de uma preparação para tal situação,ou outras,mas infelizmente no nosso país,que eu amo e muito me orgulho,só vejo ser favorecido e beneficiado vagabundo,homens e mulheres de bem,perderam seus valores,que o bom deus abençoe grandemente essas vítimas e seus familiares,e que essas duas almas sebosas paguem e caro no dia do juizo final,Brasil acima de tudo e deus acima de todos,uma salva de palmas e meu respeito a todas as forças federais,estaduais e municipais em termos de segurança pública

  20. eu creio que se os funcionário A ou professores também tivessem acesso a armas de fogo está tragédia poderia ter sido evitada ou pelo menos com menor.numero de vítimas pois o ataque poderia ter sido repelido.

  21. Nenhuma lei ou medida restritiva vai em algum momento impedir em 100%, que trágedias como essas aconteçam! Mas se estes professores que também foram vítimas dessas tragédias, se os seguranças destas escolas estivesem armados… Será mesmo que teria acabado desse jeito?! Posso até estar errado, mas acho que não!

  22. ACONTECEU A TRAGÉDIA, QUANDO O PAÍS VIVE UM CLIMA TENSO DE VIOLÊNCIA EM TODOS OS NÍVEIS.QUANDO O MANDATÁRIO SEUS PRÓPRIOS FILHOS, TODOS ELES, ALÉM DOS SEUS FIEIS SEGUIDORES POSTAM FOTOS COM VERDADEIROS ARSENAIS, ABRAÇAM E HOMENAGEIAM MILICIANOS, ALIMENTAM A CULTURA DO REVIDE -CHAMADO DE DEFESA-ONDE O GRANDE E PRIMEIRO ATO DESTE GOVERNO FOI INCENTIVAR E FACILITAR O USO DE ARMAS, AO INVÉS DE PREGAR A PACIFICAÇÃO DO PAÍS.SABEMOS QUE ARMAS, SOMENTE ARMAS , ELAS POR SI, NÃO ATIRAM SOZINHAS, MAS EXISTINDO, EM IRRAZOÁVEIS QUANTIDADES, LOGO HAVERÃO, NA MESMA PROPORÇÃO, DEDOS PARA PUXAR O GATILHO, IMITANDO GESTOS TÃO DIVULGADOS..E NÃO VENHAM ME DIZER QUE TUDO ISSO JUNTO NÃO INFLUENCIA ..SERIA INGÊNUO , PRA NÃO DIZER OUTRA COISA.MAIS AGUDA.

  23. Alguém aqui assistiu ao vídeo da invasão do assassino? Alguém, em são consciência, acredita que mesmo que professores e/ou funcionários da escola portassem armas, teria dado tempo de reação? Vocês são lunáticos e irresponsáveis!!!

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

X