05 de dezembro de 2017 - 08:59

Medeiros e o petismo

Ednilson Aguiar/O Livre

senador José Medeiros

O senador José Medeiros (Pode-MT) refutou a opinião de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria sendo perseguido por integrantes da Operação Lava Jato. Segundo a Agência Senado, Medeiros citou os integrantes dos governos do Partido dos Trabalhadores que foram presos e o dinheiro de corrupção daquele período, que foi repatriado pela Justiça.

José Medeiros também contestou as acusações éticas de petistas contra o PMDB, pois, segundo ele, Michel Temer assumiu a presidência como resultado das escolhas do PT na composição de alianças. Para o senador, os cortes nas verbas sociais, atribuídos ao governo Temer, começaram ainda na administração de Dilma Rousseff, e tanto Lula quanto Dilma defenderam reformas na Previdência quando eram presidentes.

"A população odeia o escárnio, a desfaçatez. Odeia político que vem aqui com cara cínica falar do outro, quando faz a mesma coisa. Ou alguém acha que, se Lula ganhar a eleição, vai fazer uma política econômica diferente da que está aí?", questionou o senador.

Confira Também: